Loading...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

DOUTRINA DE DEUS


QUEM É DEUS?

Teologia é o estudo que fala de Deus, e a palavra tem dois significados: Theos significa Deus e logos que dizer estudo, no entanto teologia significa Estudo de Deus e é de vital importância, para o cristão para que ele aprenda a definir a sua fé, e também para que aprenda a se defender das seitas e heresias, e para que obtenha preparo suficiente para obedecer o IDE de Jesus.

Os atributos naturais de Deus são:

Onipresença, o espaço não tem poder para limitá-lo (Deut. 10.14; Jr.23.23,24; Sl. 139.7-14). Ele esta em todo e qualquer lugar ao mesmo tempo. Assim como para pensarmos em Deus não há espaço nem tempo, assim se sucede com a presença do Criador.

Onisciente: Ele sabe e conhece tudo por isso Ele é Onisciente, assim como presencia tudo por ser onipresente. Por ser onisciente Ele sabe quantos fios de cabelos temos na cabeça (Mt.10.30). Ele conhece nosso passado e futuro. O ser humano só tem ciência do presente, muitos têm a curiosidade de conhecer seu passado, e o seu futuro não conseguem porque não são oniscientes. Para Deus, passado, presente e futuro são a mesma coisa. Ele sabe de tudo, mas não interfere na liberdade do homem, porque se não anularia o livre arbítrio.

Onipotência: Ele é o todo poderoso e só faz aquilo que esta em harmonia com a natureza. O que tem acontecido no mundo que às vezes o ser humano fica estagnado, perplexo e muitas vezes não tem encontrado respostas exatas, e muitos perguntam: Porque Deus não interveio e etc., como é o caso Tsuname, Catrina, furacão Ophelia, Rita etc., são tudo conseqüências da ação do próprio homem, porque todo ato tem conseqüências boas ou ruins (Ecl. 7.29; 8.6,9; 12.13,14; Dan. 12.4).

A natureza esta sendo devastada, os homens, a poluição, estão destruindo a camada de ozônio, a busca pelo poder e riqueza aumenta a cada dia, o desamor dentro das famílias hoje é normal (assassinatos por heranças, por drogas, etc.), as orgias, noites funks, abusos contra a natureza, liberação de filhos menores ao sexo, desavenças, criticas, ofensas, desunião dentro das próprias igrejas etc. É mais comum hoje as noitadas, as bailadas do que o cristianismo autêntico; o casamento gay, homem com homem mulher com mulher; a televisão, a internet ou infernet para os que não sabem usar, jogos de sorte ou azar, violências na tela, novelas que pregam a separação, homossexualismo, reencarnação, desobediência aos pais e aos mais idosos, sexo liberal, o ficar com esse ou aquele; esfriamento da fé, clonagem (o homem querendo ser deus), etc. É o fim previsto nas Escrituras Sagradas, e somente os escolhidos suportarão e preservarão a sua fé. (Mt.24.3-51; 1Tm.4.1,2,10; 6.10, Rm. 1.18-32).

DUAS IDEIAS ERRADAS ACERCA DA EXISTÊNCIA DE DEUS.

1.O Ateísmo, não acredita na existência de Deus. Ele encara o mundo como um produto de forças naturais. Não vê sentido nas crenças e cria argumentos para provar suas teses. Os ateus práticos vivem como se Deus não existisse e os teóricos baseiam suas negações da existência de Deus no desenvolvimento de um raciocínio humano, no entanto, os mesmos não conseguem afirmar, em termos dogmáticos que Deus não existe.

2.Materialismo; Esse declara que a única verdade é a matéria. Esse só acredita naquilo que é concreto, palpável, físico e perceptível. A premissa do materialismo é o ateísmo. Sua teoria é de que não há Deus e muito menos precisamos Dele. (Rm. 1.20).

ALGUNS ARGUMENTOS SOBRE A EXISTÊNCIA DE DEUS

1.O Argumento Cosmológico foi formado por Tomas de Aquino. Uma vez que cada coisa existente no universo tem uma causa, há um Deus que é a causa de tudo. “Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis, (indesculpáveis) (Rm.1.20); "Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anunciam as obras das tuas mãos" Sl. 19.1). Porque o texto diz céus? Porque existe o céu dos pássaros, o céu que seria o espaço indefinido em que se movem todos os astros, o terceiro céu mencionado por Paulo que seria o paraíso, ou seio de Abraão (2Co.12.l-4), e o quarto céu que seria o Céu dos céus (Dt. 10.14; l Rs.8.27).

a) Então como podemos explicar as maravilhas e os milagres da criação se não houve um Deus para que tudo isso viesse a existir?

b) E como podemos explicar o sistema organizacional do universo se não houvesse alguém por trás de tudo isso? "Levantai ao alto os olhos e vede quem criou estas, coisas, quem produz por conta o seu exército, quem a todas (estrelas, planetas, astros, etc.) chama pelo nome; por causa da grandeza das suas forças e pela fortaleza do seu poder, nenhuma faltará” (Is. 40.26).

2.O Argumento Teológico analisa a forma inteligente em que foi criado o universo. Sua forma ordeira, disciplinar, harmoniosa, objetiva, e isso só foram possíveis através de um grande sábio e arquiteto do universo "... Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus" (Hb. 11.10). Examinando a complexidade do corpo humano, suas funções distintas, seus órgãos em funcionamento são inegáveis a existência de um Deus super inteligente que o formou; bem como as plantas e os elementos da natureza em geral. "Mas, pergunta às alimárias, e cada uma delas te ensinará; as aves dos céus e elas te farão saber. Ou fala com a terra, e ela te ensinará; até os peixes do mar te contarão. Quem não entende por todas estas coisas que a mão do Senhor fez isto, que está na sua mão a alma de tudo quanto vive, e o espírito de toda carne humana?" (Jó 12.7-10).

3.Argumento Ontológico. Neste argumento, observa-se que Deus é maior do que todos os seus concebidos e tudo que se possa imaginar. "O céu (o céu superior) é o meu trono, e a terra, o escabelo (estrado, um pouco levantado acima do chão ou de um pavimento) dos meus pés (Is. 66.1) Ele é o que esta assentado sobre o globo da terra, cujos moradores são para Ele como gafanhotos; Ele é o que estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar (ls.4G.22). Eu fiz a terra e criei nela o homem; Eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens" (Is. 45.12). Como pensar que Deus não existe, sem a preposição de sua existência?

4.Argumento Moral. Este parte da suposição de que o homem tem dentro de si, o senso do que è certo ou errado. Como que o ser humano poderia ter esse senso, se não existisse Deus. Isso certamente ocorre, porque o seu espírito foi dado por Deus (Ec. 12.7).

5.Argumento Histórico. O ser humano seja ele mal ou bom independente de sua raça, tribo ou nação tem em si um sentimento de religiosidade, sentimento que existe na natureza de cada um e somente um ser superior poderia ter implantado isso no interior do ser humano, sem que ele percebesse, e é uma pena que muitos só percebem isso, quando estão no mais profundo abismo, em cadeias, ou em grandes enrascadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário